minimalismo

Desafio minimalista: não compro mais livros

Kindle: vale a pena?

Desde criança sempre fui apaixonada pela leitura. Aprendi a ler em casa, antes de ir para escola com ajuda de uma tia que era educadora e desde então passei a devorar livros. Bibliotecas e livrarias eram como um lugar encantado e cheio de magia, onde eu poderia passar horas e horas lendo de tudo. Definitivamente eu não era uma criança que gostava de brincar, preferia ler e imaginar um mundo diferente. 

Além de tudo havia o prazer olfativo, parecia um perfume que me enfeitiçava, novo ou velho, era um prazer enorme sentir o “cheiro de livro”.

capas.png

Lembro, quando tinha 09 anos, um vendedor passou pela minha casa oferecendo a enciclopédia Barsa, uma coleção enorme de livros, lindos e caros, obviamente minha mãe não adquiriu e eu fiquei bastante chateada, afinal meu sonho era ter minha biblioteca particular.

Com o passar do tempo, eu adquiri um bom número de livros, então posso dizer que finalmente tive a tão sonhada biblioteca particular. 

O problema começou quando mudei de cidade para estudar (já contei isso aqui), porém não foi uma única mudança, em alguns anos cheguei a mudar três vezes no mesmo ano, então como poderia levar tantos livros comigo?

Depois que eu conheci o minimalismo, percebi que estava na hora de “dar uma minimizada” nos meus livros também. Como eu já estava bastante desapegada e havia compreendido os benefícios que trariam para a minha vida, foi uma ação bem tranquila. É claro que não desapeguei de todos, fiz uma separação dos livros que mais amo e leio mais de uma vez (esses eu manteria), dos livros que não me interessavam mais (livros que foram doados).

Mas e a minha paixão pela leitura, havia perdido? Claro que não! Acontece que junto dessa paixão, uniu-se outra, que é a tecnologia. Então passei a ler e-books ao invés de livros físicos. No início eu os lia pelo computador, mas não era confortável e nem muito prático. Mesmo em tablets, a leitura era cansativa devido a iluminação da tela. Até que conheci o Kindle, para quem não sabe, um leitor de livros digitais da Amazon Kindle . Apesar de existirem outras marcas e modelos, vou falar um pouco deste que conheço.

Destaque

Minha experiência com o Kindle tem sido maravilhosa! Ele é super prático, leve e cabe MUITOS livros. O modelo que comprei foi o Novo Kindle Paperwhite – 8GB – Agora à prova d’água com Kindle Unlimited grátis por 3 meses com iluminação embutida, que NÃO cansa os olhos, a tela é muito diferente de tablets por exemplo, não tem o mesmo reflexo e o mesmo brilho. Parece muito com uma folha de livro físico. E você também pode fazer vários ajustes de iluminação, tamanho de fonte e ainda destacar o que mais gostou do livro e depois enviar para seu e-mail como se fosse um resumo. 

Posso dizer sem dúvidas, que foi uma excelente aquisição, já que ele está sempre dentro da minha bolsa para que eu possa ler a qualquer momento. Esqueci de mencionar que a bateria dura muito tempo, algo que não preciso me preocupar.

Me conta se você já teve experiências com e-readers e se gosta dessa leitura online.

Até a próxima!

Encontrou algum erro? Quer sugerir um assunto? Escreva para opoderdominimalismo@gmail.com  – Sua opinião é sempre bem-vinda.

2 comentários em “Desafio minimalista: não compro mais livros”

  1. Eu amo o Kindle. 🙂 Melhor aquisição na vida… inclusive, tenho alguns livros pelo Kindle Unlimited, se quiser dar uma olhada pesquise por: Olívia Molinari.

    Bjoos, amei o blog.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta para Kati Faccin Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.